E-mail

contato@radarmt.com

WhatsApp

(66) 99986.5406

GOV MT - TOPO - 728 X 90 - QUEIMADAS
PREF. ROO - IPTU - 728 X 90 - TOPO
Tropical - TOPO
EXECUÇÃO EM ROO

PC analisa câmeras para desvendar morte de diretora de autarquia; colegas de trabalho depõem

Terezinha Silva de Souza foi morta na manhã desta sexta no Centro de Rondonópolis

15/01/2021 18h53
Por: Redação
Fonte: FolhaMax

A Delegacia de Homicídios de Rondonópolis instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias e motivação do homicídio de Terezinha Silva de Souza, 54 anos, diretora da Sanear, empresa de saneamento do município. Ela foi atingida com sete disparos de arma de fogo na manhã desta sexta-feira (15.01), por volta das 7h, dentro do veículo em que estava, no momento em que passava pela Rua Major Otávio Pitaluga, no centro de Rondonópolis, a caminho do trabalho.

Conforme apuração, dois homens em uma motocicleta vermelha, trajando jaquetas e capacetes escuros, seguiram a caminhonete modelo Ford Ranger, que passava pela Rua Otávio Pitaluga, e se aproximaram do veículo ao parar no semáforo, esquina com a Avenida Dom Wunibaldo. Os ocupantes da motocicleta se aproximaram do lado da vítima, que estava no banco do passageiro, e efetuaram diversos disparos que atingiram, principalmente, a cabeça da diretora da autarquia.

A vítima foi socorrida pelo motorista da caminhonete e levada à Santa Casa de Misericórdia, porém, não resistiu aos ferimentos. O motorista dela também foi atingido de raspão na nuca, mas sem gravidade, e passou por atendimento médico.

A Delegacia de Homicídios foi acionada, assim como a Perícia Oficial, para coleta de provas e início das diligências investigativas.

 

A delegada Juliana Carla Buzzeti conduz a investigação. Policiais da DHPP estão em diligências para coletar informações que possam levar ao esclarecimento do homicídio. A Polícia trabalha com a hipótese de execução.

A Polícia Civil requisitou imagens de circuito de câmeras de empresas ao longo do trajeto percorrido pela caminhonete e pelos suspeitos de cometer o crime. A delegada começou ainda hoje a ouvir testemunhas, colegas de trabalho, entre outras pessoas que possam colaborar nas investigações para o esclarecimento do homicídio.

A caminhonete onde estava a vítima passará por perícia. O corpo de Terezinha Souza foi encaminhado ao IML de Rondonópolis para exame de necropsia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.