E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

............

Tropical - TOPO
BENEFÍCIOS

Após Iphone, membros do MPE podem receber auxílio saúde de R$ 1,5 mil

Procurador-geral licenciado, José Antônio Borges Pereira informou que CNMP liberou auxílio

02/12/2020 19h58
Por: Redação
Fonte: FolhaMax

Após uma licitação que pode “presentear” os promotores e procuradores de Justiça com 201 telefones celulares Iphone 11, no valor de R$ 8,3 mil cada, o Ministério Público Estadual pode implantar novos benefícios aos promotores e procuradores de Justiça. Cada um dos membros poderá receber R$ 1,5 mil a título de “auxílio saúde”.

A informação foi revelada pelo procurador-geral de Justiça licenciado, e candidato à reeleição no órgão para o biênio 2021/2023, José Antônio Borges Pereira. Num comunicado distribuído nesta quarta-feira (2), ele “felicitou” os promotores e procuradores de justiça do MPMT ao informar que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aprovou o benefício atual, que é de R$ 1 mil.

“É com imensa satisfação que informo que na presente data o CNMP regulamentou, por resolução, o programa de assistência à saúde para membros e servidores do Ministério Público”, comemorou José Antônio Borges.

A “excelente notícia” aos membros do MPMT, acreditem, pode ficar ainda mais “assombrosa”. José Antônio Borges “prometeu” subir o auxílio para R$ 1,5 mil se for reeleito. O resto dos servidores do órgão também não foram esquecidos e podem ver o benefício atual subir de R$ 500 para R$ 750.

“Reafirmo compromisso de ajustar, já no início da próxima gestão, o valor do referido auxílio para R$ 1.500,00 para membros, e R$ 750,00 para servidores”, diz outro trecho do comunicado.

Em maio de 2020, o conselheiro do CNMP, Sebastião Vieira Caixeta, determinou em decisão liminar a suspensão do pagamento do auxílio-saúde no órgão em Mato Grosso. A medida atendeu a uma representação do também conselheiro Valter Shuenquener.

José Antônio Borges, porém, revelou no comunicado que os pagamentos do auxílio-saúde que não foram realizados desde maio deste ano por decisão do CNMP poderão ser pagos de forma retroativa. No final, consequentemente, o benefício vai acabar sendo repassado de qualquer forma, fazendo com que 2020 seja um ano “inesquecível” não só para o Brasil e o mundo, mas também para o MPMT.

O processo eleitoral começa oficialmente no órgão no próximo dia 11 e vai até 14 de dezembro.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.