E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

............

Tropical - TOPO
AGORA É OFICIAL

Fávaro é eleito e se efetiva como senador: "vou trabalhar mais por MT"

Coronel Fernanda ficou em 2º lugar; NIlson Leitão, em 3º

15/11/2020 22h31
Por: Redação
Fonte: FolhaMax

Com mais de 99% das urnas apuradas na eleição suplementar ao Senado, Carlos Fávaro (PSD) deixa de ser interino e passa a ser, oficialmente, senador eleito para legislar pelos próximos 6 anos cadeira que pertenceu à juíza aposentada Selma Arruda (Podemos), casada com apenas um ano de mandato.

A vitória de Fávaro também confirma o que as pesquisas já sinalizavam: que ele era o favorito para ocupar a terceira cadeira de senador por Mato Grosso. Até o momento, Fávaro tem 369.903 votos, o que representa 25,99% dos votos válidos. Ele já deverá solicitar à Mesa Direita do Senado que marque a cerimônia de sua posse para os próximos dias, sem necessidade de aguardar até o próximo ano.

"Estou muito feliz. Estava confiante nesta vitória, mas a gente só sabe o resultado final depois da contagem do último voto – e essa contagem, embora um pouco atrasada na eleição de hoje,  mostra que a população de Mato Grosso avalia bem o nosso trabalho e quer a nossa permanência no Senado.  A população decidiu e minha resposta não pode ser outra senão trabalhar e fazer cada vez mais por Mato Grosso. Isso é uma honra", comenetou o senador.

A surpresa foi a Coronel Fernanda (Patriota) que ficou em segundo lugar desbancando Nilson Leitão (PSDB), ex-deputado federal que aparecia como melhor colocado em relação à militar, uma novata na política, mas que disputou com o apoio do presidente Jair Bolsonaro. Ela aparece com 290.548 votos, totalizando 20,42%.

 
 

Em terceiro lugar ficou o tucano Nilson Leitão com 156.273 mil votos (10,98%) seguido por José Medeiros (Podemos) que foi votado por 138.278 eleitores (9,72%).

A lista se completa com Valdir Barranco (PT) que também surpreendeu e ficou em 5º lugar 117.445 votos, à frente do Procurador Mauro (PSOL) que fez  97. 385 votos e do ex-governador Pedro Taques (SD) que só conseguiu 71.109 votos, ocupando a 7ª posição.

Elizeu Nascimento (DC), atual deputado estadual, fez 66.789 votos (4,69%)  na tentativa de virar senador, o advogado Euclides Ribeiro da Silva (Avante) teve 58.277 votos (4,09%), Reinaldo Morais (PSC), com 36.041 votos (2,53%) e e Feliciano Azuaga (Novo) com  21.157 (1,49%).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.