E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

(66) 99986-5406

Tropical - TOPO
RONDONÓPOLIS

Coordenador de Luizão diz que dará prosseguimento em ação para identificar hacker

Na postagem, que foi apagada assim que começou a repercussão nos bastidores da política, a empresária foi criticada com a suposição de que haveria o interesse de Marchiane que a saúde pública fosse mal no município, o que acabaria por beneficiar suas empresas da área da saúde.

15/10/2020 21h00
Por: Redação
Fonte: AgoraMT

Depois de supostamente ter sua conta de Facebook invadida por um ou mais hackers, que teriam disparado mensagens criticando duramente a empresária Marchiane Fritzen, Afonso Aragão, coordenador de campanha do candidato Luizão, da coligação “Chegou a Hora de Mudar” (Republicanos, PSL e PSDB), diz que pretende dar prosseguimento na investigação para identificar os responsáveis pela invasão. Ele chegou a registrar um Boletim de Ocorrência virtual, mas não procurou uma delegacia de polícia para efetivar a denúncia, o que acabou por invalidar o documento virtual.

A suposta invasão da conta de Facebook de Aragão teria ocorrido no dia 16 de setembro passado, que só percebeu o fato após a repercussão de uma postagem em que criticava a então pré-candidata a vice-prefeita do agora candidato Cláudio Ferreira, da coligação “Quando os justos governam, o povo se alegra” (DC e Patriota). Na postagem, que foi apagada assim que começou a repercussão nos bastidores da política, a empresária foi criticada com a suposição de que haveria o interesse de Marchiane que a saúde pública fosse mal no município, o que acabaria por beneficiar suas empresas da área da saúde.

“Sei não hein, essa aí comprou à Partmed, fechou a Gera na bandeirantes, reformulou a Somed e subiu o preço de tudo. Ou seja, se a saúde do município fracassar seu negócio bomba”, dizia o post.

Procurado pelo AgoraMT para falar da situação, Aragão informou não ter conhecimento da necessidade de validar o BO feito de forma virtual comparecendo à uma delegacia, mas confirmou que quer dar prosseguimento na denúncia, para que os responsáveis sejam identificados e punidos. “Eu achei estranho os acessos (em sua conta na rede social), que apareceram de vários lugares, e eu não estava acompanhando a questão das convenções, pois estava em casa tratando de uma Covid, mas quero saber quem está por trás disso, para que seja punido”, explicou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.