E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

(66) 99986-5406

Tropical - TOPO
BBB DO PAIAGUÁS

Juiz suspende programa em que Frical liga deputado à vídeo do pai

Magistrado diz que associação a imagem do pai causa prejuízos à Emauelzinho

13/10/2020 20h48
Por: Redação
Fonte: FolhaMax

O juiz eleitoral Eduardo Calmon de Almeida Cézar mandou suspender o programa eleitoral do candidato a prefeito de Várzea Grande, Fávio Frical (PSB). O magistrado atende um pedido de liminar da chapa “Um  Novo Tempo Para Várzea Grande”, encabeçada por Emanauelzinho (PTB). A decisão é de sábado (10).

Ocorre que Emanuelzinho alegava que a veiculação das inserções diárias de Frical e da coligação "Várzea Grande pode mais" fazia alusão a imagem do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB)  com a dele. A ação também citava corte repentino da propaganda seguido  do inicio da exibição do programa. 

 

“Analisando os documentos que instruíram o pedido, constato que o apresentador da coligação Várzea Grande Pode Mais e seu candidato Flávio Frical realmente imputam, com base em mero procedimento, ainda sob investigação, ao candidato a Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, genitor do ora Representante, buscando fazer ligação entre os dois e induzir os eleitores com ilações sobre o cometimento de condutas ilícitas nas gestões de Cuiabá e de Várzea Grande” diz trecho da decisão. 

Assim, conforme a decisão,  não poderia a coligação representada e seu candidato a prefeito, com escopo em mero procedimento, ainda em fase de investigação e processo, imputar o suposto cometimento de crime de um terceiro, a Emanuelzinho. O juiz pede que sejam tomadas providências em face à proximidade do término da propaganda eleitoral, na medida em que a manutenção da propaganda irregular e a não veiculação do direito de resposta, induvidosamente, causa prejuízo de difícil reparação do filho do prefeito. 

 
 

"...Posto isto, defiro a liminar e, via de consequência, determino que seja feita a suspensão imediata no programa da TV de hoje, bem como nas imagens e falas objeto da presente demanda, até que a irregularidade seja sanada.

Oficiem-se as emissoras de televisão para imediato cumprimento desta decisão. Notifiquem-se toda a imprensa local para cumprimento imediato desta decisão e intime-se a coligação representada a apresentar defesa em 48 horas”, finaliza.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.