E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

(66) 99986-5406

Tropical - TOPO
POR IRREGULARIDADES

Juíza suspende leilão de 400 cabeças de gado das fazendas de Arcanjo

Também foi deferida a intimação da leiloeira Poliana Mikejvs Calça Lorga. Na última decisão, a juíza pediu para que ela não realizasse o leilão

10/10/2020 04h56
Por: Redação
Fonte: Gazeta Digital
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A juíza Ana Paula da Veiga, da 8ª Vara Civil, manteve o bloqueio das Guias de Trânsito Animal (GTA’s) das Fazendas Rio Novo e Colibri e suspendeu o leilão de gados do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro. De acordo com a decisão, desta sexta-feira (9), os responsáveis estariam descumprindo o pedido e procedendo com a tentativa de venda das 447 cabeças.


"[..] fato determinante para suspender a decisão de primeiro grau, sem, no entanto, suspender seus efeitos. Por esse aspecto, torna discipienda a discussão do mérito do agravo interposto, qual seja, a necessidade de perícia prévia e bloqueio das GTAs do rebanho", diz trecho.

 

Também foi deferida a intimação da leiloeira Poliana Mikejvs Calça Lorga. Na última decisão, a juíza pediu para que ela não realizasse o leilão.


"Diante disso e excepcionalmente, defiro o pedido de intimação da Leiloeira Poliana, via telefone, devendo ser certificado nos autos, bem como o envio das decisões via email, para que cumpra as decisões", pediu Ana Paula da Veiga.


Foi determinado o bloqueio do leilão, pois conforme denúncia, a fazenda vinha praticando manobras ilícitas, para burlar a perícia realizada, e marcando o gado sem ferragem específica de administração judicial. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.