E-mail

contato@radardacidade.com.br

WhatsApp

(66) 99986-5406

Tropical - TOPO
OBSESSÃO PELO PODER

MDB cita "ganância e loucura" e prevê derrota do filho de Emanuel em VG

Carlos Bezerra cobra que deputado Emanuelzinho apoie Kalil Baracar em Várzea Grande

09/09/2020 12h54
Por: Redação
Fonte: FolhaMax

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB), líder do partido em Mato Grosso, criticou duramente a pré-candidatura do deputado federal Emanuelzinho (PTB), filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), à prefeitura de Várzea Grande. O motivo é que o atual prefeito da Capital deve disputar a reeleição em novembro deste ano.

Para Bezerra, pai e filho disputarem a gestão das maiores cidades do Estado é um sinal de “ganância”. De acordo com o líder do MDB, Emanuelzinho (PTB) não tem condições de vencer a eleição em Várzea Grande. 

O líder do MDB em Mato Grosso aposta na coligação “poderosa” entre MDB e DEM para a futura gestão do município. O partido deve lançar o ex-vereador Kalil Baracat numa coligação com apoio da prefeita Lucimar Campos (DEM) e do senador Jayme Campos (DEM), teno o atual vice José Hazama (DEM) novamente como vice.

Bezerra chegou a afirmar que, em encontro com Emanuel, ontem (8), insistiu para que o prefeito desistisse da decisão de lançar o filho na Cidade Industrial. Alertou, inclusive, que pode atrapalhar a reeleição dele em Cuiabá. “É uma loucura isso. É um erro que ele está cometendo. Está colocando pedra no caminho dele”, disse. 

 
 

O líder do diretório regional do MDB ainda explicou que dentro do partido, muitos estão “indignados” com os planos de Emanuel e Emanuelzinho. O político classificou como uma “obsessão” e revelou que Jayme Campos (DEM) também está contrariado com o comportamento de ambos. 

Para ele, Pinheiro perde em não apoiar àqueles que o apoiam. “Dentro do partido há uma indignação muito grande, e com razão. O pessoal acha que, em vez de somar para garantir, está colocando a candidatura dele [de Emanuelzinho] contra o MDB. Insisti que parasse com isso, está criando dificuldade para ele mesmo. Com o próprio DEM também”, avaliou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.